Quadribol através dos séculos

quadribol“Se algum dia você quis saber como surgiu o pomo de ouro ou por que o time dos “Vagamundos de Wigton” (Wigton Wanderes) tem a estampa de um cutelo de açougueiro no uniforme, você precisa ler Quadribol através dos séculos (Quidditch through the ages). Esta edição limitada é uma cópia do exemplar guardado na Biblioteca Escolar de Hogwarts e consultado por jovens fãs do quadribol quase diariamente.”

(Alvo Dumbledore)

Acho que vou mudar o nome do Blog para “O que é que HP tem?” , pois tenho falando tanto desse universo por aqui que nem o DLdoTigre escapou, já é o terceiro livro de J.K Rowling que leio para ele.

Mas tendo na estante Quadribol através dos séculos, como resistir à lê-lo no mês cujo tema é Esportes?

Qualquer potterhead me perdoaria, inclusive, por este título ser uma réplica exata de um livro emprestado diretamente da biblioteca de Hogwarts, pelo menos a pretensão é fazê-lo crer nisso. Rs.

Nesta derivação do Universo de Harry Potter descobrimos detalhes sobre o esporte mais famoso entre os bruxos. Como e quando surgiu, regras, o papel de cada jogador e até informações sobre os principais times do mundo, com destaque, obviamente, para os irlandeses e ingleses. Também ficamos sabendo o porquê da vassoura e como foi a introdução do pomo de ouro, além de outras curiosidades.

É um livro breve, engraçado e com personalidade. Assim como Animais Fantásticos & Onde Habitam e Os contos de Beedle, o Bardo é uma ótima aquisição para qualquer fã do Universo Potterish.

Uma informação valiosa para os fãs é a de que a Warner adquiriu ano passado os direitos sobre o nome Quadribol através dos séculos e Kennilworthy Whisp, o pseudônimo usado por Rowling para escrever o livro. Será que teremos uma versão para as telonas assim como Animais Fantásticos & Onde Habitam ?

untitled (2)Tema de Julho (Esportes & Esportistas) do Desafio Literário do Tigre 2014 – √

Anúncios

Na Copa do Mundo de Quadribol já temos um vencedor, a Bulgária!

Ainda não sabemos quem levantará a taça do Mundial de Futebol, mas desde a última sexta já temos um campeão mundial de Quadribol: a Bulgária. E adivinhem em cima de quem? Isso mesmo, do Brasil ( que acabou de perder de novo e ficou em 4° lugar na Copa).

BsShZAOCIAE_EAV

Ao longo do jogo final tivemos a cobertura por dois pontos de vistas beeeem diferentes. Rita Skeeter sob o prisma fofoqueiro, e Gina (Weasley) Potter comentando o jogo propriamente dito.

A transmissão, via Pottermore, tem início com Gina fazendo uma espécie de pré-jogo, com análise dos jogadores e estatísticas, além de comentários sobre a abertura do evento.

Gina Potter

Pode até parecer meio clichê, mas eu curti o lance dos Curupiras. Mostra que houve uma pesquisa mínima sobre nossa cultura antes da elaboração do texto, e a opção por utilizar algo nosso e não inventado, o que dentro do contexto seria algo totalmente cabível, também considero bacana.

O jogo começa e o Brasil se destaca fazendo 40×10, enquanto Rita Skeeter, como o esperado, destila novamente seu veneno para a área VIP, onde estão Harry, Ron, Hermione e outros membros da Armada de Dumbledore, como Luna e Neville, sobre os quais ela já havia escrito em sua Coluna de Fofocas em 8 de julho. Posso até imaginar as caras que ela fazia toda vez que falava algo sobre o grupo ao lado de Gina, que em contrapartida, não deixou barato todas as insinuações maldosas e de duplo sentido.

Viktor KrumO  destaque dentro do campo, obviamente, fica à cargo do já conhecido apanhador gracinha de Harry Potter e o Cálice de Fogo, Viktor Krum.

O jogo avança e o Brasil continua na frente. Contudo, um Krum faz diferença em qualquer time e é ele que pega o pomo de ouro, dando assim o título mundial de quadribol para a Bulgária, com o placar final de 170×60.

BsSigHBCEAAnvA0
E para quem está com o inglês um pouco enferrujado e com preguiça, deixo o link  para o texto em português, tradução de Marcello Oliveira do Oclumência.

E o clima de Copa do Mundo chegou à Hogwarts

Imagem: Caroline Hadilaksono

Ontem, 08 de julho de 2014, dia de semifinal entre Brasil e Alemanha (que situação né gente?! mas vida que segue), J. K. Rowling publicou em seu site Pottermore um conto no qual ela visita nosso amado trio Harry, Ron e Hermione, já adultos, na final da Copa do Mundo de Quadribol que acontece na Patagônia.

O texto é um artigo de fofoca publicado na Coluna da famosa víbora Rita Skeeter no Profeta Diário. E como de costume ela distribui seu veneno a cada comentário direcionado aos já não adolescentes integrantes da “Armada de Dumbledore” presentes no evento.

Anos se passaram desde a Batalha de Hogwarts e, segundo Rita, os primeiros cabelos brancos já começam a se destacar na cabeleira negra de um Harry Potter de 34 anos. A famosa cicatriz na testa não está mais sozinha, um corte visível na bochecha direita o acompanha desta vez (resultado do trabalho como Auror?) , mas os óculos são os mesmos, como não poderia deixar de ser apesar da tentativa da “jornalista” de ridicularizá-los.

Ron, cujos cabelos ruivos já não são tantos como outrora, ao que parece, deixou o emprego no Ministério da Magia para assumir, junto de seu irmão, o comando da bem sucedida loja de truques mágicos Gemialidades Weasley no Beco Diagonal. No texto, Rita chega a questionar os motivos que o teriam levado a tomar esta decisão, assim como sua sanidade mental após os eventos de destruição de “Aquele que não Deve ser Nomeado “  Voldemort, mas não daremos atenção a ela.

Já Hermione, a quem Rita se refere como femme fatale (qual o problema dessa mulher?!), se divide entre o cargo de comando que ocupa no Departamento de Execução das Leis da Magia e os filhos, Hugo e Rose, além do marido Ron (sim, eles continuam casados! :D), o que faz Rita destilar seu veneno mais uma vez: “Hermione Granger prova que uma bruxa pode ter tudo? (Não. Olha o cabelo dela.)”

Gina, ainda casada com Harry, trabalha como repórter  cobrindo o torneio de quadribol, o que não passaria incólume à fofoqueira Rita que chega a questionar se ela realmente tem talento para o jornalismo ou se ser esposa de Harry Potter não lhe abriu algumas portas. Mas novamente, vamos ignorá-la.

Também temos notícias de Neville e Luna. Não, eles não são um casal. Enquanto o primeiro é professor de Herbologia em Hogwarts, a segunda se casou com o neto de Newt Scamander , aquele do livro Animais Fantásticos & Onde Habitam.

Queria mais informações, mas é o tem para hoje. Foi igualmente irritante ler através da pena da maldosa Rita Skeeter assim como o era há anos quando li Harry Potter e o Cálice de Fogo, mas a esperança de termos mais textos sobre o universo de Harry Potter cresce em meu coração.

Você também pode experimentar esses sentimentos acessando o texto completo aqui, lembrando que é preciso ser cadastrado no site.

Os Contos de Beedle, o Bardo

untitledJunho é mês de aniversário e quando vi que o tema do DL do Tigre era “Autores Queridos” logo pensei, “Ganhei meu presente”, mas a tarefa não era tão simples como imaginei. Na verdade, a escolha foi uma das mais difíceis até agora pois me deparei com as seguintes perguntas: Quem é meu autor preferido? e , O que é um autor preferido? (Onde estou? Quem sou? Rs)

Acabei chegando a conclusão que autor preferido não precisa ser aquele que você leu todas as obras, muitas das vezes o autor querido é aquele que só nos é conhecido por um único livro, mas que de tão importante ele se torna “O” autor na sua vida em determinado momento.

Nesta linha de raciocínio, poderia ter escolhido Jane Austen, Saramago, Mario Vargas Llosa, Dan Brown ou pego algo do Tolkien, mas em razão da minha atual política de sustentabilidade literária optei por um livro que já tenho e que, por sinal, já deveria ter sido lido. E por ser de um universo que amo, classifiquei sua autora como querida.

Estamos falando de Os Contos de Beedle, o Bardo, de J. K. Rowling, cuja edição vem com os instrutivos, sarcásticos e dúbios comentários de Alvo Dumbledore. Este livro, assim como Animais Fantásticos & Onde Habitam, é leitura obrigatória para os fã da saga Harry Potter, mas ao contrário daquele, recomendo que apenas quem leu todos os sete livros e/ou assistiu a todos os filmes se aventure por estas páginas. O livro ficará bem mais interessante e há risco de spoilers, mas se você não se importa de ficar sabendo uma coisa ou outra, siga em frente.

Beedle é a versão dos Irmãos Grimm do mundo bruxo. São cinco contos que todo bruxo/bruxa ouviu de seus pais quando criança (com exceção de Hermione e Harry – lembrei da surpresa do Ron com essa constatação! Rs). Neles, assim como nos nossos contos de fadas vemos lições de vida e de moral, o que é certo e errado, além de muita magia. Também descobrimos que nem tudo são flores, e nem todos os finais são felizes, o assustador conto “O Coração Peludo do Mago”  é a prova disso.

Todos os contos tem seu chamariz e seu valor, mas possivelmente pelas implicações na saga, meu coração ficou com o último, “O conto dos três irmãos” que, ao enganarem a Morte, deram origem à lenda das Relíquias da Morte. Preferido porque curti quando o li no último livro, a história dentro da história. Preferido por ter adorado a animação do conto criada para o penúltimo filme e por ter lembrando instantaneamente da Hermione o lendo, a voz dela veio direto na minha cabeça.

tumblr_mw10hjWmTV1qa3oruo1_500

Coincidentemente ou não, neste mesmo mês de junho, há exatos 17 anos, foi lançado na Inglaterra Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro de uma saga de sete livros que contribuiu ,e muito, para mudar a forma como os jovens se relacionam com a leitura.

Em homenagem a data deixo o link para uma página do BuzzFedd que reuniu “29 Times Tumblr Made “Harry Potter” Fans Cry All Over Again” . Se você não leu os livros e/ou assistiu aos filmes FUJA desse link correndo! Agora, para quem já finalizou a saga, pegue o lenço e vá em frente. Eu chorei!

Saudade! Always!

untitled (2) Tema de Junho (“Autores Queridos”) do Desafio Literário do Tigre – √

Animais Fantásticos & Onde Habitam

IMG_20140514_102711Como um livrinho com menos de 70 páginas conseguiu me fazer tão feliz?

A resposta é simples, ele faz parte do fantástico mundo de Harry Potter. Escrito por Newt Scamander ( pseudônimo de J. K. Rowling), bruxo que depois de muitas viagens e estudos escreveu o famoso manual Animais Fantásticos e Onde Habitam, o livro é imprescindível não apenas para os estudos em Hogwarts, mas para o cotidiano de qualquer casa bruxa, como bem lembrou Alvo Dumbledore em seu prefácio.

Neste livro descobrimos o que significa um animal para a comunidade mágica, assim como a classificação destes seres para o Ministério da Magia, seus perigos e utilidades, os que podem ou não serem comercializados e/ou domesticados (Definitivamente, Hagrid não leu esse livro, pelo menos não como deveria!), dentre outras informações bem bacanas sobre o mundo da magia.

O exemplar disponibilizado à nós, trouxas, pertenceu a ninguém mais, ninguém menos, do que Harry Potter. Sendo assim, ao longo da leitura dividi meus comentários com as notas dele, de Ron e da Hermione também. Quer coisa mais legal?

Na verdade, tem sim. Quando eu imaginaria que o resultado de um ovo de galinha chocado por um sapo renderia um livro inteiro? E mais, agora sei que se esbarrar com um Demiguise (Seminviso) por aí posso fazer minha própria capa da invisibilidade.

Brincadeiras e devaneios à parte, o livro é imprescindível para quem é fã de Harry Potter. Revivi um pouco os anos de leitura dessa saga sensacional, e pretendo fazer mais lendo Os contos do Beedle, o Bardo e Quadribol através dos séculos. E ainda tenho a esperança de que publiquem o famosíssimo livro de Bathilda Bashot, Uma história da magia.

Esse livro foi lido para o #DLdoTigre , cujo tema do mês de maio era “Bichos”. Coincidentemente, este mês também tivemos a notícia de que o primeiro filme da trilogia de Animais Fantásticos e Onde Habitam já tem data de estreia, 18 de novembro de 2016. (Fonte)

fantastic-beasts-movie-poster-fan-made-1-hobbit

Ansiosos? Eu sim!

untitled (2) Tema de Maio (“Bichos”) do Desafio Literário do Tigre – √